Saúde: Serotonina baixa: sinônimo de depressão?

Saúde: Serotonina baixa: sinônimo de depressão?

Saúde: Serotonina baixa: sinônimo de depressão?

adult alone autumn brick
Photo by Pixabay on Pexels.com

A dosagem de SEROTONINA no sangue tem sido muito solicitada ultimamente em pacientes com provável quadro de depressão. No entanto, a maioria dos pacientes, ao procurarem atendimento médico especializado, descobrem que esse exame tem pouca utilidade para seu caso. Na verdade, esse exame tem sido solicitado frequentemente por profissionais não ligados diretamente à saúde mental, sem real indicação. Isso pode gerar gastos e estresse desnecessários aos pacientes.
Mas afinal, qual é a utilidade de se dosar serotonina no sangue? Em quem deve ser realizada?

O QUE É A SEROTONINA?
É um dos mais importantes neurotransmissores do sistema nervoso central. Tem papel fundamental em áreas do cérebro ligadas ao comportamento e emoções, provocando sensação de bem estar, equilíbrio emocional, disposição mental, controle do apetite, desejo sexual, capacidades cognitivas (memória, concentração, etc). Fatores genéticos, psicológicos e biológicos (alimentação, ingestão de álcool ou dorgas, distúrbios hormonais e neurológicos) podem interferir na quantidade e funcionamento da serotonina.

QUAL SUA RELAÇÃO COM DEPRESSÃO?
Estudos científicos no passado evidenciaram que pessoas deprimidas têm tendência de apresentar níveis baixos de serotonina no sistema nervoso central. Mas recentemente, novos estudos são unanimes em demonstrar que pessoas deprimidas não apresentam necessariamente serotonina baixa no cérebro, mas sim um DESEQUILIBRIO entre neurotransmissores diferentes.
Portanto não é apenas a serotonina que pode estar envolvida, mas também dopamina, noradrenalina, gabapentina, GABA, dentre outros.
E mais: esse DESEQUILIBRIO NÃO ESTÁ LIGADO À QUANTIDADE, MAS À AÇÃO DESSES NEUROTRANSMISSORES no cérebro.
Alguns desses neurotransmissores estarão em níveis normais no sangue e no cérebro, mas seu funcionamento estará alterado, gerando tendência para distúrbios psiquiátricos como a depressão.

ENTÃO, SEROTONINA BAIXA NÃO É SINÔNIMO DE DEPRESSÃO?
Isso mesmo. Tanto que pessoas SEM DEPRESSÃO podem estar com serotonina baixa no sangue, sem significar que apresentam algum problema de saúde física ou mental! Já pessoas deprimidas podem ter níveis normais, baixos ou até um pouco elevados de serotonina!

QUAL A UTILIDADE DESSE EXAME SE NÃO É ADEQUADO PARA DEPRESSÃO?
Existem situações muito específicas dentro da psiquiatria e na clínica geral onde esse exame é útil, como no caso de SÍNDROME CARCINOIDE (provocada por tumores produtores de hormônios). O diagnóstico de depressão é clinico: realizado pelo psicólogo ou médico através de uma boa conversa clínica e exame físico. Exames laboratoriais são solicitados em algumas situações quando se suspeita que outras doenças possam estar presentes, provocando ou piorando o quadro depressivo. Mas a dosagem de serotonina no sangue não faz parte desses exames como rotina!


. CUIDADO: EXAMES SOLICITADOS FORA DE CONTEXTO PODEM SER PRETEXTO PARA FALSOS TRATAMENTOS! INFELIZMENTE, EXISTE MUITO CHARLATANISMO NAS DIFERENTES ÁREAS DA SAÚDE!

Destaque Dr. Tarcísio Silva Saúde