Mística Literária: Venha ver o pôr do sol com Lygia

Mística Literária: Venha ver o pôr do sol com Lygia

MÍSTICA LITERÁRIA

Venha ver o pôr do sol com Lygia

Que tal conhecer uma reconhecida autora brasileira que também possui conto gótico?

Trata-se da talentosa escritora (contista e romancista) Lygia Fagundes Telles que era considerada a dama da literatura brasileira. Tal dama nasceu em 19 de abril de 1918 na cidade de São Paulo e faleceu em abril do corrente ano na mesma cidade.

A autora escreveu grandes romances e contos, cabendo mencionar alguns de seus livros: Porão e Sobrado (1938); Ciranda de Pedra (1954); As meninas (1973); Mistérios (1981); Venha Ver o Pôr do Sol e Outros Contos (1988), entre outros.

O foco do presente artigo é um conto muito enigmático da escritora: Venha ver o pôr do sol. Inclusive, o título do conto é o mesmo de um de seus livros de contos já mencionado.

O conto é muito intrigante, eis que o personagem Ricardo chama sua ex-namorada Raquel para um encontro em um local com “o pôr do sol mais lindo do mundo”. Qual era o local? Um cemitério abandonado. Certamente um date muito macabro!

“Logo de cara” o(a) leitor(a) já presume que ocorrerá algo ruim, pois: que homem chama a ex-namorada para um encontro em um cemitério abandonado? Ainda mais considerando o cenário em que vivemos de violência contra as mulheres.

Todavia, Ricardo justifica a escolha da localidade da seguinte forma:

“- Conheço bem tudo isso, minha gente está enterrada aí. Vamos entrar um instante e te mostrarei o pôr-do-sol mais lindo do mundo”.

O cemitério, além de ser um local sagrado, é um ambiente que permeia a consciência escancarada da morte. Então o(a) leitor(a) já associa a história com  morte.

A autora consegue exalar em cada trecho do conto um suspense torturante a medida que Ricardo e Raquel caminham pelo cemitério abandonado até chegarem no local em que é possível ver o incrível pôr do sol.

Durante a caminhada, o ex-casal relembra o passado e é possível perceber que Ricardo tem sentimentos por Raquel, sendo inferiorizado pela ex que estava com um homem rico, enquanto ele havia ficado mais pobre.

O diálogo dos personagens é muito bem elaborado, podendo ser notada a superficialidade de Raquel e a profundidade de Ricardo.

O que acontece quando os dois chegam ao local pretendido? Cabe a você, querido(a) leitor(a), ler o conto inteiro para descobrir.

É um conto pequeno que merece ser lido!

Cultura e Entretenimento Destaque Francielle Ferreira