Sopão Solidário completa um ano de serviço às pessoas carentes

Sopão Solidário completa um ano de serviço às pessoas carentes

Sopão Solidário completa um ano de serviço às pessoas carentes

Em quatro de maio no ano passado, plena pandemia, Dalvo Lopes Macedo (Prof. Dalvo) reunindo 70 colaboradores, serviu o 1º Sopão Solidário no Lions Clube de Arcos (Avenida Marginal, nº 1, junto ao Pórtico de Entrada da cidade). “O Lions tornou-se parceiro permanente, oferecendo sua sede ao Sopão.” – explica Dalvo. Um ano depois, estima-se que o Sopão tenha beneficiado mais de 2.000 pessoas. “Muitos vêm buscar o sopão diariamente. Outros, quando conseguem trabalho, deixam de vir, pois sabem que o Sopão é para quem precisa.” – afirma o professor.

Dalvo explica que são quatro vezes por semana, somente entre as 10 e 12 horas de segunda a quinta-feira. “O Sopão é bem reforçado, com legumes, verduras e carne e a porção pode render até duas refeições” – afirma. A rotina, de segunda a quinta-feira, conta com a participação de 20 equipes de trabalho cujo número de voluntários varia, de 5 a 16 pessoas, conforme o dia e o turno de trabalho. De segunda a quarta, há uma equipe que trabalha, à noite, na preparação dos alimentos que serão cozidos no dia seguinte. A equipe de confecção trabalha na manhã seguinte, de forma que, entre 10 e 12 horas, o Sopão seja entregue. Depois das entregas, tudo é limpo higienizado e guardado para o Sopão seguinte.

O trabalho é organizado de maneira simples

Dalvo faz questão de esclarecer que os voluntários são responsáveis pela confecção dos alimentos e que ele não interfere. “Cada equipe faz o seu trabalho. Eles decidem e são livres para preparar, cozinhar, distribuir, higienizar e guardar.”, e continua: “Peço que sejam sinceros e informem antecipadamente se não puderem comparecer, para que a equipe possa se preparar. Não pode haver falhas”.

Além da entrega feita na sede do Lions Clube, o Sopão é levado para bairros mais afastados, somente nas segundas e quintas feiras, e as porções são redistribuídas para famílias carentes que não têm como vir buscar. “O transporte do alimento também é uma doação pessoal e, com isso, o benefício chega a mais arcoenses” – destaca.

Como tudo funciona a partir de doações, a receita do sopão não se repete “quando falta arroz, substituímos por macarrão.” – explicou Dalvo e continuou: “Nosso compromisso é servir o Sopão. Mas, sempre que podemos, ampliamos com algum gênero doado em maior quantidade. Por exemplo, no dia 2 de maio, quando realizamos o 200º edição, além do sopão, servimos arroz e lasanha.” – enfatizou o professor, sempre entusiasmado pelos resultados.

A divulgação é eficiente e têm sido responsável pela obtenção das doações necessárias. Dalvo contou que há um grupo de 384 pessoas que, diariamente, divulgam as realizações do Sopão Solidário. Usando as redes sociais, as mensagens são retransmitidas e o resultado é que as doações recebidas estão garantindo o alimento a quem mais precisa. “Quem quiser ajudar com doações, basta vir ao Lions, entre 7 e 12 horas, de segunda a quinta-feira.” – lembrou o professor.

Além do alimento

“Neste um ano, o Sopão tornou-se referência para os arcoenses, tanto que passamos a receber outros tipos de doações: roupas, colchões, cadeiras de rodas, camas, etc.. A pessoa tem algo para doar, oferece ao Sopão porque sabe que vamos entregar para quem precisa.” – explica e continua: “Para as roupas, criamos um Varal Solidário: o doador chega e coloca roupa no varal. Simples assim”.

Preocupações com um futuro próximo

Embora o ciclo de trabalho seja diário, Dalvo tem os olhos voltados bem além de cada semana e preocupa-se: “a vida está voltando à sua rotina e as pessoas retomando seus trabalhos, com isso, diminui a disponibilidade das pessoas”. Por isso, ele faz um chamamento por mais colaboradores, explicando que são por volta de três horas de dedicação, num único dia da semana. “Peço que as pessoas venham até o Sopão, de segunda a quinta-feira, entre as 10 e as 12 horas para conhecer.” – conclui.

Esta é mais uma prova eloquente da solidariedade em Arcos. O Jornal CCO aplaude a iniciativa, os parceiros e os resultados neste 1º ano do Sopão Solidário.

Arcos e Região Destaque