Governo de Minas vai destinar R$ 1,8 milhão para retomada de seis obras de UBS no Centro-Oeste

Governo de Minas vai destinar R$ 1,8 milhão para retomada de seis obras de UBS no Centro-Oeste

Governo de Minas vai destinar R$ 1,8 milhão para retomada de seis obras de UBS no Centro-Oeste

Em Divinópolis, governador destacou investimentos recorde na Saúde na cidade e região

Foto: Gil Leonardi

O governador Romeu Zema e o secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, estiveram, nesta quinta-feira (24/3), na Superintendência Regional de Saúde em Divinópolis para verificar os trabalhos feitos na unidade. A regional atende 53 municípios e é a segunda mais populosa do estado.

Governo de Minas destinou cerca de R$ 13,9 milhões para a aquisição de tomógrafos em nove hospitais da macrorregião Oeste. Outros R$ 13,4 milhões serão usados para comprar veículos de Transporte Sanitário Eletivo para 47 municípios. Também serão empregados R$ 1,8 milhão neste ano para a retomada de seis obras em Unidades Básicas de Saúde (UBS) na região.

Para realizar cirurgias eletivas, serão investidos R$ 2,7 milhões na região dentro do programa Opera Mais, Minas Gerais. Seis municípios receberão repasse de R$ 1,9 milhões para ampliação da Atenção Especializada em Doença Renal Crônica, beneficiando os pacientes que precisam de hemodiálise.

Valora Minas

O secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, destacou o investimento que o Governo tem feito na saúde, como o programa Valora Minas.

“No ano passado, pagamos R$ 9,5 bilhões. Só em Divinópolis o recurso do Valora aumentou três vezes, saindo de R$ 4,2 milhões para R$ 12,8 milhões. A gente vai sentir essa revolução que está sendo feita na saúde pública daqui alguns anos”, afirmou Baccheretti.

Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), o Valora Minas representa a reestruturação da antiga Política de Atenção Hospitalar do Estado, vigente desde 2003. A nova proposta leva em consideração as necessidades da população, corrigindo diferenças na aplicação de recursos entre as regiões. Ao todo, o governo vai destinar R$ 1 bilhão para investimentos.

O objetivo é ampliar o acesso e melhorar a qualidade dos serviços prestados à população, aumentar a oferta de leitos e serviços, principalmente nas especialidades de média complexidade.

Investimentos em Divinópolis

Divinópolis foi contemplada com R$ 1,5 milhão para investir em um tomógrafo no Hospital São João de Deus. O Governo de Minas empregou R$ 285 mil para a aquisição de um veículo de Transporte Sanitário Eletivo para garantir o atendimento médico das pessoas que precisam se deslocar para fazer exames ou consultas especializadas distantes de seu domicílio.

O município receberá R$ 240 mil como adicional para custear as despesas com incremento de leitos para covid-19 em 2022. Outras dez cidades da macrorregião Oeste também poderão contar com esse aporte, totalizando o investimento de R$ 2,2 milhões.

Por meio do Opera Mais, Minas Gerais, Divinópolis poderá contar com R$ 1,8 milhão para desafogar a fila de cirurgias eletivas que ficaram represadas durante a pandemia. O programa é mais uma ação da Política de Atenção Hospitalar, dentro do Valora Minas.

A saúde teve investimento recorde no estado em 2021. Em Divinópolis, os recursos destinados para saúde no último ano totalizaram R$ 81,3 milhões, valor é 121% maior que o repassado em 2017.

Foram investidos R$ 3,5 milhões para o fortalecimento dos cuidados primários no município. Isso representa melhorias em consultas médicas, de enfermagem, odontológicas, vacinas, curativos e saúde da família, ajudando na  prevenção de doenças e na redução de atendimento de casos mais complexos. A macrorregião Oeste recebeu mais de R$ 47 milhões para Atenção Primária à Saúde (APS). Em todo o estado, foram empregados R$ 857 milhões, quase três vezes maior que o investimento acumulado dos quatro anos anteriores.

Entre 2020 e 2021, o município recebeu R$ 15,7 milhões para subsidiar os gastos com a covid-19.

Fonte: Agência Minas

Destaque Saúde