Fraternidade e Educação é o tema da CF em 2022

Fraternidade e Educação é o tema da CF em 2022

Fraternidade e Educação é o tema da CF em 2022

“Podemos dizer que somos o que aprendemos ser” – padre Carlos César, Igreja Santa Rita 

A Campanha da Fraternidade, que é realizada no período quaresmal, neste ano de 2022 tem como tema “Fraternidade e a Educação”, acompanhando o lema “Fala com sabedoria, ensina com amor” (Provérbios 31:26). Mantendo o costume, foi iniciada na Quarta-feira de Cinzas, dia 2 de março, início da Quaresma.

De acordo com divulgação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), é a terceira vez que a Igreja no Brasil vai aprofundar o tema educação em uma Campanha da Fraternidade. Desta vez, a reflexão será impulsionada pelo Pacto Educativo Global, convocado pelo Papa Francisco.

O objetivo principal é promover diálogos a partir da realidade educativa do Brasil, à luz da fé cristã, propondo caminhos em favor do humanismo integral e solidário. 

O Jornal CCO falou com o padre Carlos César, responsável pela Igreja Santa Rita. Ele nos informou que na Região Pastoral Santa Rita, a campanha será trabalhada, particularmente, por meio de reflexões sobre a educação, nas missas, na catequese, nos momentos de formação com as lideranças. Tais lideranças católicas ainda podem levar a reflexão para as escolas nas quais trabalham, sendo preciso ser pensado como fazer. 

Padre Carlos César informou que a importância deste tema, Fraternidade e Educação, está justamente em refletir sobre a educação hoje, nos diversos âmbitos: escolar, evangelizador-catequético, familiar, social, ambiental; e encontrar recursos para melhorá-la. 

Também é importante porque está em consonância com o pacto global por uma educação mais humanizada, convocado pelo Papa Francisco. “Podemos dizer que somos o que aprendemos ser”, declarou o padre. 

Objetivos 

Os objetivos específicos da campanha são: analisar o contexto da educação na cultura atual e seus desafios potencializados pela pandemia; verificar o impacto das políticas públicas na educação; identificar valores e referências da palavra de Deus e da tradição cristã, em vista de uma educação humanizadora na perspectiva do Reino de Deus; pensar o papel da família, da comunidade de fé e da sociedade no processo educativo, com a colaboração dos educadores e das instituições de ensino; incentivar propostas educativas que, enraizadas no Evangelho, promovam a dignidade humana, a experiência do transcendente, a cultura do encontro e o cuidado com a casa comum;  estimular a organização do serviço pastoral junto a escolas, universidades, centros comunitários e outros espaços educativos, em especial das instituições católicas de ensino; promover uma educação comprometida com novas formas de economia, de política e de progresso verdadeiramente a serviço da vida humana, em especial, dos mais pobres.

Confissões

Haverá mutirão de confissões no período de 23 de março a 08 de abril. Todos os dias o mutirão será iniciado às 15 horas, terminando às 20h30min. 

Os dias e locais são:

23/03 na Igreja São Cristóvão

25/03 na Igreja do Rosário

29/03 na Igreja da Nossa Senhora da Abadia

30/03 na Igreja da Nossa Senhora do Carmo Arcos

06/04 na Igreja do Santo Antônio 

07/04 na Igreja Santa Rita

08/04 na Igreja Nossa Senhora do Carmo de Pains

Arcos e Região