Garota desaparecida há 2 anos é encontrada debaixo de escada

De acordo com o periódico britâncio “The Sun” uma menina de seis anos, que foi sequestrada há mais de dois, foi encontrada em um quarto escondido embaixo de uma escada juntamente com sua sequestradora em Cayuga Heights, New York.

 
A sala improvisada embaixo da escada onde Paislee foi encontrada
Paislee Shultis, de seis anos, foi encontrada na segunda-feira mais de dois anos depois que ela foi dada como desaparecida. Crédito: Polícia de Saugerties
Paislee e seu sequestrador acusado, Kimberly Cooper, foram encontrados debaixo de uma escada
Paislee e seu sequestrador acusado, Kimberly Cooper, foram encontrados debaixo de uma escada. Crédito: Polícia de Saugerties

Na época de seu desaparecimento, os investigadores acreditavam que Paislee foi sequestrada por seus pais sem custódia, Kimberly Cooper, 33, e Kirk Shultis, Jr, 32.

Na segunda-feira, a polícia de Saugerties vasculhou uma casa na Fawn Road e se encontrou com os moradores, que incluíam Shultis Jr e seu pai, Shultis Sr, 57.

Shultis Jr negou saber o paradeiro de sua filha, segundo a polícia.

Com pouco mais de uma hora de busca, a polícia localizou a criança dentro de uma pequena sala improvisada embaixo de uma escada fechada.

“A criança foi localizada escondida em uma sala improvisada, sob uma escada fechada que leva ao porão da residência”, disse a polícia de Saugerties em um comunicado.

“Ao remover os degraus, a criança e sua sequestradora, Kimberly Cooper, foram encontrados escondidos no recinto escuro e úmido”.

Cooper, Shultis e seu pai, Kirk Shultis Sr, 57, foram presos e acusados ​​de interferência criminosa e colocar em risco o bem-estar de uma criança.

A criança foi transportada para a sede do Departamento de Polícia de Saugerties, onde foi avaliada pelos paramédicos e entregue ao seu responsável legal.

NEGAÇÃO REPETIDA

Desde o desaparecimento de Paislee em 2019, a polícia de Saugerties e outras agências policiais investigaram várias pistas relativas ao desaparecimento de Paislee.

“Várias dessas pistas levaram a polícia até a casa na Fawn Road. Infelizmente, em cada ocasião, os moradores negaram qualquer conhecimento do paradeiro da menina”, disse o departamento de polícia.

A polícia disse que Shultis Jr disse aos investigadores que Cooper havia fugido para a Pensilvânia e não via a criança de seis anos desde 2019.

Ambos Shultis Jr. e Sr. foram indiciados e liberados em seu próprio reconhecimento. 

Cooper está detido na prisão do condado de Ulster. Ordens de proteção foram emitidas contra os três réus.

 

Fonte: The Sun

Site antigo