Vila e seus títulos

(Artigo publicado pelo Jornal CCO impresso em 19/09/2020) – Edição 2069

Marlon Santos

ALÔ, ARCOS! Se tem uma equipe que nasceu para grandes conquistas, essa equipe é o Vila Esporte Clube, que ao longo dos anos coleciona vitórias e conquistas memoráveis. O municipal de Arcos surgiu em 1990 e no ano seguinte, o Vila conquistou seu primeiro caneco do torneio, ali ele começava a escrever seu nome na história do futebol de Arcos. Já em 1993, o verdão tornou-se bicampeão do município de Arcos e parecia que ele iria manter uma hegemonia dentro do nosso futebol amador, mas, o destino foi totalmente diferente do que se imaginava. O Vila na década de 1990 se dedicou aos torneios regionais e o municipal ficou em segundo plano, pois, existia o campeonato regional que era considerado a coqueluche daquele tempo. Em 1998, com a presença do craque Didi no grupo de jogadores, o Vila voltava a reinar dentro das quatro linhas conquistando o municipal depois de interromper uma sequência de cinco títulos do Ypiranga. Em 1999, eis que o ‘verdão das alturas’ conquistou o bicampeonato e parecia novamente que iria manter uma supremacia no futebol arcoense. Porém, mais uma vez o Vila não conseguiu o tão almejado tricampeonato. Os ‘verdes’ só voltaram a levantar o caneco em 2003 e, depois desta conquista, o torcedor do Vila não sente mais o sabor de conquistar o municipal. Mesmo com tamanho jejum de títulos, o Vila sempre foi uma equipe aguerrida, que entra nos torneios como favorito e é temido pelos seus adversários. Atualmente, os verdes se dedicam nas categorias de base e com a proposta de revelar novos talentos, uma receita que tem surtido efeito e a prova disso foi a conquista épica do regional sub-23.

 

Títulos municipais do Vila

1992- Campeão municipal
1993- Campeão municipal
1998- Campeão municipal
1999- Campeão municipal
2003- Campeão municipal

 

Craques que marcaram época

Alguns jogadores marcaram época no Vila, o atacante Ribita, o meio campista Paulinho, meia atacante Osvaldo, o zagueiro Flávio, entre tantos outros. Mas, Osvaldo foi um sinônimo de raça e categoria no meio de campo do Vila. Torcedores lembram com saudades do tempo em que Osvaldo ao lado de seus companheiros ditavam as regras dentro de campo. O atacante Ribita brilhava com seus gols e empolgava a torcida com sua raça. Paulinho era o estilo de jogador que atuava com elegância e sabia como colocar a bola no lugar certo, com suas assistências precisas. O capitão e zagueiro Flávio Rezende, também marcou seu nome e sem marcar tantos gols conseguiu evitar os gols. Mas foram muitos atletas que marcaram seus nomes no Vila Esporte Clube, pois a equipe tinha jogadores de alto nível, principalmente nos anos de 1990.

 

Em 2019

No ano passado o Vila disputou o Campeonato Arcoense de Futebol e ficou com o vice-campeonato, sendo que o campeão foi o Ypiranga Esporte Clube. Mesmo assim, o Vila apostou na juventude e conseguiu montar um escrete altamente jovem e que estava se preparando para nova conquista nesse ano, porém a pandemia adiou o projeto da diretoria, dos jogadores e dos torcedores do Vila. Mas para o próximo ano existe uma expectativa de continuar rejuvenescendo e buscar novos títulos e se manter no topo do futebol arcoense e regional.

 

Associação

Na próxima edição iremos rever os momentos de grande glória da Associação Atlética Arcoense, que sempre esteve entre os melhores escretes de Arcos e região. Os alvinegros tem uma torcida apaixonada e é um dos mais tradicionais times de Arcos. O Associação é terceiro clube que mais conquistou municipais em Arcos, sendo o Ypiranga o primeiro com 13 títulos e o Vila o segundo lugar, com 5 taças.

Colunas