Vamos conhecer o melhor de Minas Gerais

(Matéria publicada pelo Jornal CCO impresso em 22/05/2021) – Edição 2103

Marlon Santos

Atlético e América são os dois finalistas do Campeonato Mineiro e é um deles que poderá mostrar a força do futebol mineiro para o Brasil. Futebol é algo mágico e que ninguém consegue entender, pois, quem poderia imaginar que o Cruzeiro estaria fora desta final? Algo inimaginável, pois os cruzeirenses sempre estiveram disputando uma final de campeonato mineiro. Porém, a realidade é totalmente diferente, afinal,  o Cruzeiro não estará na final e temos que conviver com esta dura realidade.

Mas, mesmo assim, o campeonato mineiro continua e com suas surpresas. Nesta tarde, o Atlético irá encarar o América, com a vantagem de um simples empate, algo que parece fácil para quem não está em campo. Mas, o futebol é tão simples que às vezes não conseguimos nem entender, nos deixando até complexos. Quem te garante que seu time irá ser campeão? Me diga, quem é que pode lhe garantir que amanhã não haverá algo de errado com seu principal ídolo? Então, assim segue a vida com tantas incertezas. Até  o atual chefe do executivo dizia, em alto e bom tom de voz, que tudo iria voltar ao normal no nosso futebol, mas, a região já está respirando futebol amador e em nossa cidade não tem nenhum sinal vida.

Acredito que tem que ter um salva-vidas para assim encontrarmos a solução. Antes que digam! Não estou atirando pedras, estou apenas relatando a dura realidade. Não considere como  crítica, pois, esSe não é o objetivo.

 

América 0 x 0 Atlético

O América e o Atlético não saíram do 0 a 0 no primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro, na tarde do domingo (16), no Independência. O Galo pode conseguir levar o título com um empate no segundo jogo. Já o ‘Coelho’ precisa da vitória. Com poucas chances de gol no jogo, o time alvinegro jogou com um jogador a menos no fim da partida, com Allan sendo expulso. O América pressionou até o fim, mas não marcou. No final da partida, o time alvinegro ficou na bronca com a arbitragem, por ter encerrado o jogo antes do time bater uma falta.

 

PRINCIPAIS ARTILHEIROS
Rodolfo..América..7 gols
Keké..Tombense…6 gols
Daniel Amorim….6 gols

 

Presidente da Caldense avalia campanha no Mineiro e fala em conseguir acesso à Série C

Após chegar às semifinais em 2020, o 7º lugar da Caldense no Mineiro deste ano não foi o que a torcida imaginava. Sobre a campanha no estadual, o presidente da Veterana, Rovilson Ribeiro, também se diz “frustrado” pelo fato de o time não ter chegado ao G-4 depois de ter vencido América-MG, Atlético e Cruzeiro. O cartola também garantiu que o time vai brigar pelo acesso à Série C do Brasileiro.

“A gente está com sentimento de frustração justamente porque a Caldense, quando saiu o arbitral com a tabela, nós ficamos preocupados com um começo muito difícil. Mas, a Caldense conseguiu reverter essa tabela, tendo jogos importantes contra Cruzeiro, América e Atlético. A tabela, ficou favorável. Quando a tabela estava favorável, a Caldense não foi bem. O torcedor ficou frustrado e o dirigente também ficou triste “, disse, em entrevista ao vivo à EPTV, afiliada Rede Globo.

Rovilson Ribeiro disse acreditar que as vitórias contra o trio da capital podem ter mexido com o psicológico dos jogadores, que receberam olhares de outros clubes.

 

Atlético-MG fica na bronca com árbitro. Cuca, diretor e Arana protestam: “Não estava coerente”

O empate não foi ruim para as pretensões do Atlético-MG, mas o clube alvinegro deixou o Independência nada satisfeito com a arbitragem de Wanderson Alves de Sousa, neste domingo. Além de jogadores, membros da comissão técnica, Cuca e o diretor de futebol Rodrigo Caetano também foram para cima da equipe de árbitros, após o 0 a 0 do primeiro jogo da decisão. A bronca ficou bastante voltada ao último lance do jogo, quando o árbitro terminou a partida antes de uma cobrança de falta do Galo, pelo lado esquerdo do ataque. A bola seria lançada para área.

Colunas