Perguntas e respostas sobre coronavírus e diabetes

(Artigo publicado pelo Jornal CCO impresso em 28/03/2020) – Edição 2044

Dr. Tarcísio Narcísio Silva

Por que as pessoas com diabetes estão no grupo de maior risco de infecção em relação ao COVID-19?

Quem tem diabetes não tem maior risco de se contaminar pelo coronavírus, mas tem maior risco de complicações pela infecção.

 

O risco de complicações do COVID-19 é maior tanto para quem tem diabetes tipo 1 quanto tipo 2?

Independentemente do tipo de diabetes, o risco de complicações é maior para aqueles com 60 anos ou mais, com complicações do diabetes, com doenças concomitantes como a pressão alta e que estão com altos níveis de açúcar no sangue.

Tenho diabetes tipo 1 e minha mãe tem uma doença crônica. Por estar em grupo de risco, ela foi afastada do serviço dela com remuneração. Nessa época de coronavírus, eu também tenho o direito de afastamento remunerado do trabalho?

Peça orientação ao seu médico sobre afastamento ou mudança de função. Deve-se levar em consideração o tempo de diabetes, se o diabetes está bem controlado, se há alguma complicação do diabetes ou doença associada, como hipertensão arterial.

 

As pessoas com diabetes que tomam Captopril, Enalapril, Losartana, Aspirina ou Pioglitazona devem suspender o tratamento?

Não, não há evidências que justifiquem a suspensão desses medicamentos; portanto devem ser mantidos conforme a prescrição médica.

 

Tomar vitamina C diminui o risco de COVID-19?

Não existe nenhuma vitamina, soro, terapia alternativa ou terapia dita para aumentar a imunidade que previna ou trate COVID-19.

 

Pré-Diabetes é considerado grupo de risco?

Não há dados disponíveis com nível de evidência que possa afirmar que pacientes pré-diabéticos tenham risco aumentado em face a uma infecção do corona vírus.

 

(Nota de esclarecimento da Sociedade Brasileira de Diabetes – 20 de março de 2020)

Colunas