O verdadeiro significado do Natal

O verdadeiro significado do Natal

O verdadeiro significado do Natal

Ao longo dos anos o Natal tem sido desfigurado através de práticas que roubam a centralidade e a importância do nascimento de Jesus Cristo. Inovações estranhas como a invenção do papai Noel, um bom velhinho mágico, que sabe de todas as coisas, sonda a bondade ou a maldade dos corações e viaja num trenó puxado por renas voadoras. Hoje esse tal papai Noel é o grande personagem de um Natal secularizado e mundano, trazendo a ideia de que Natal é comércio, materialismo e consumismo. O presépio, a árvore, as luzes, a troca de presentes são atrativos que escondem em vez de revelar o verdadeiro Natal.

O Natal é uma celebração importante e não pode ser desconsiderada, porque marca o nascimento do Salvador e as Escrituras Sagradas ensinam que o nascimento de Jesus foi celebrado com alegria e entusiasmo tanto pelos anjos como pelos homens. O Natal é a celebração do presente de Deus oferecido ao homem, porque o Natal é a manifestação da graça de Deus, é a festa da salvação.

O verdadeiro Natal deve ser comemorado por seu real significado, onde o próprio Deus se encarnou, para pastorear pessoalmente seu povo. O Natal é um dos maiores evento da Cristandade, simbolicamente no dia 25/12, muitas famílias e amigos estão reunidos em clima de festa e muitas igrejas estão vazias, porque a prioridade não é a glória de Jesus Cristo.

O Natal é tempo de festejar o nascimento do Salvador, do Messias, do Príncipe da Paz, do Deus Forte, do Emanuel e é responsabilidade da igreja combater e repudiar tudo o que tenta ocupar o lugar de Jesus Cristo. Significa a concretização do Plano Divino (Lucas 2.1-5) porque o Filho de Deus nasceria em Belém (Miqueias 5.2) e o casal escolhido para contribuir com o cumprimento da profecia morava em Nazaré, na Galiléia, possuindo uma vida simples, portanto o Natal traz como significado a concretização do plano divino, trazendo a esperança de restauração com Deus.

O Natal significa salvação para os pecadores (Lucas 2 8-12), onde um anjo foi um mensageiro sobrenatural de Deus, que surgiu com o propósito de tranquilizar os homens apavorados, e foi adiante usando termos enfáticos para descrever a grande alegria e as boas novas que lhes estava anunciando que Jesus Cristo veio justamente trazer salvação aos pecadores (Mateus 1.21), o próprio nome de Jesus significa “salvação”, é por isso, que Jesus veio trazer Salvação das consequências drásticas e danosas do pecado (Romanos 6.23).

O Natal ignifica adoração a Deus (Lucas 2.13-14,20) porque no nascimento de Cristo uma multidão de anjos da milícia celestial surgiu e louvaram a Deus, dando glórias ao Todo-poderoso. No verso 20 diz que os pastores retornaram bendizendo a Deus, louvando e glorificando por tudo que tinham ouvido e visto. Então, neste dia especial precisamos nos concentrar em Deus e buscar adorá-lo de todo nosso coração, com a consciência do que Deus fez por nós ao enviar Jesus. O verdadeiro Natal é evidenciado pela adoração a Jesus Cristo e nessa época, devemos evitar que elementos sem importância ocupem o lugar de Jesus em nosso coração.

Igreja Presbiteriana