Doenças da Tireoide: dúvidas mais frequentes

(Artigo publicado pelo Jornal CCO impresso em 26/09/2020) – Edição 2070

Dr. Tarcísio Silva

 

1- O que é a tireoide?

A tireóide é uma glândula que produz hormônios, chamados T3 e T4, que são importantes para o funcionamento de todo o nosso organismo. A tireoide fica localizada no pescoço, abaixo do Pomo-de-Adão ou “gogó”.

 

2- O que causa os problemas da tireoide?

Na maioria dos casos, os problemas da tireóide são hereditários, passando de pais para filhos. Por isso, quando há casos na família, os parentes deverão realizar exames para confirmar se apresentam também o mesmo problema, principalmente se já apresentam algum sintoma.

Alguns medicamentos, suplementos de vitaminas, fórmulas de emagrecimento e certos alimentos também podem desencadear problemas no funcionamento da tireóide.

 

3- Qual a diferença entre hipertireoidismo e hipotireoidismo?

O Hiper-tireoidismo é uma doença onde a tireóide produz quantidade excessiva de seus hormônios (T3 e T4); as pessoas geralmente sentem palpitações, nervosismo, ansiedade,  tremores, diarréia, insônia e calor excessivo. Essa doença pode levar a arritmias cardíacas e osteoporose.

Já no Hipo-tireoidismo ocorre o contrário: a tireoide produz pouca quantidade de hormônios; os principais sintomas são cansaço, sonolência excessiva, prisão de ventre, intolerância ao frio, alterações na menstruação, diminuição do desejo sexual, impotência, depressão, dores no corpo.

 

 

4- O que é bócio?

Corresponde ao aumento da tireoide, também conhecido como “papo” ou “papeira”. Aparece geralmente quando há hipo ou hiper-tireoidismo, mas também pode ser devido a nódulos e tumores da tireoide, inclusive câncer de tireoide. O tratamento vai depender da causa, e quanto mais precoce for o tratamento, melhores os resultados.

 

5- Problemas da tireóide podem alterar o peso?

Sim. Geralmente a falta de T3 e T4 (hipotireoidismo) leva ao ganho de peso, e o excesso desses hormônios (hipertireoidismo) leva à perda de peso. Porém, pessoas com hipotireoidismo podem ficam deprimidas e perderem o apetite, e assim perderem peso. Por outro lado, pessoas com hipertireoidismo podem ficar com o apetite muito aumentado, e se fazem pouca atividade física, acabam engordando.

 

6- A alimentação pode influenciar nos problemas da tireóide?

A falta de iodo na alimentação pode desencadear o surgimento de bócio, tumores de tireoide e hipotireoidismo. Por isso, há 50 anos o Governo Brasileiro obriga a suplementação de iodo ao sal de cozinha.

No entanto, o excesso de iodo pode desencadear hipertireoidismo. Alguns alimentos (como algas marinhas, frutos do mar) e alguns suplementos de vitaminas são ricos em iodo e seu excesso, portanto, pode ser prejudicial ao funcionamento da tireoide.

Colunas