Calor escaldante tem sido o vilão das equipes na Copa Master

(Artigo publicado pelo Jornal CCO impresso em 16 de outubro de 2021) Edição 2124

Está acontecendo a Copa Master 40+ e quem acompanha o jornal Correio Centro-Oeste está muito bem informado sobre o torneio. Mas o que chama a atenção é a superação dos atletas que, mesmo no auge de seus 40 anos, conseguem atuar em temperaturas acima de 33 graus.

O estádio Joaquim Caetano Sobrinho tem sido o palco dos confrontos e o torneio termina no dia 6 de novembro, o que demonstra que os atletas terão a dura missão de enfrentar o calor que não dá trégua. Na tarde de hoje, o Talismã de Santo Antônio do Monte vai encarar o Flamengo de Pedra do Indaiá às 15 horas, um horário que castiga o jogador até mesmo profissional; imaginem jogadores amadores que não têm preparo físico adequado! Até mesmo o torcedor que comparece ao estádio entende a situação e não arrisca a exigir muita audácia dos envolvidos em campo.

Já o Atlético de Piumhi e Associação de Córrego Fundo se enfrentam às 17 horas e têm um clima mais ameno durante o jogo. Os técnicos e as comissões técnicas tentam equilibrar as ações das equipes. Com bastante equilíbrio, os jogadores estão se mantendo em campo e suportando as situações adversas.
Durante a Copa Master a entrada é franca e tem completo serviço de bar.

Últimos jogos
Pela chave A, o Flamengo de Pedra do Indaiá ficou no empate em 1 a 1 com Master Bambuí, o resultado não foi bom para ambas equipes. O Flamengo somou seu primeiro ponto no torneio. Já o Master Bambuí chegou a dois pontos e figura na segunda posição na tabela, mas o Maringá de Formiga lidera com quatro pontos e com um jogo a menos. Na chave B, o Associação de Arcos, que estava bastante desfalcado, ficou no empate em 1 a 1 com Atlético de Piumhi. Mesmo figurando na segunda posição, o alvinegro de Arcos desperdiçou a chance de encostar no líder Master de Lagoa da Prata.

Regulamento
As equipes foram divididas em duas chaves de quatro times, sendo que os clubes se enfrentam em turno único dentro das suas respectivas chaves. Os dois melhores de cada chave garantem vaga na semifinal, sendo que o primeiro da chave A enfrenta o segundo da chave B e o primeiro da chave B encara o segundo da chave A. Caso haja empate no tempo normal, a decisão da vaga é disputada em cobrança de penalidades. Os dois clubes que obtiverem êxito nas semifinais disputam a grande final.

América-MG tem oito titulares com contrato só até dezembro, e diretoria busca renovações
Em grande fase no Brasileirão, o América-MG ampliou a sequência invicta para oito jogos e ocupa a primeira metade da tabela. Com expectativa de disputar uma competição internacional no ano que vem, a diretoria alviverde trabalha para renovar o contrato de vários jogadores, pois mais da metade do time titular tem vínculo até dezembro. (Fonte G1)

Classificação

Chave A
1° Maringá de Formiga 4 pontos
2° Master Bambuí 2 pontos
3° Talismã de St. Antônio
do Monte 2 pontos
4° Flamengo de Pedra
do Indaiá 1 ponto

Chave B
1° Master Lagoa 6 pontos
2° Associação de Arcos 4 pontos
3° Atlético de Piumhi 1 ponto
4° Associação de Córrego
Fundo 0 ponto

Colunas