A história do Campeonato Municipal da Categoria de Base

(Artigo publicado pelo Jornal CCO impresso em 01/08/2020) – Edição 2062

Marlon Santos

ALÔ, ARCOS! Estávamos no ano de 2011, quando  o futebol arcoense navegava na realização de campeonatos voltados para categoria adulta e veterana e a categoria de base era renegada. Porém, ainda em 2011, eis que surgiu um novo e interessante torneio que tinha como principal intuito valorizar as crianças e os adolescentes residentes na cidade de Arcos.

A Liga Amadora de Desportos de Arcos deu início ao Campeonato Municipal da Categoria de Base, que começou mostrando que realmente era tudo o que faltava para alavancar o futebol arcoense. Novos atletas foram se interessando em participar das diversas escolas de futebol que existiam em nosso município e, com isso, o torneio se tornou o mais “charmoso de Arcos’. Os estádios recebiam um grande número de torcedores e era uma verdadeira confraternização dentro e fora das quatro linhas. A cada edição, o campeonato despertava maior interesse entre todos envolvidos e, dentro das quatro linhas, os garotos se desdobravam para mostrar um futebol atraente e competitivo, algo que deixava o torcedor encantado nas arquibancadas e superava todas as expectativas. Eram mais de 400 crianças e adolescentes envolvidos nessa magia, que deixava todos perplexos com tamanha dedicação. Aliás, dedicação era o que não faltava, pois os diretores, técnicos e atletas se superavam; nossas manhãs de sábado e domingo eram maravilhosas.

Mas, isso é passado. Desde 2017 conseguiram acabar com o torneio, devido à falta de investimento da administração municipal no que se refere às categorias de base. Lamentável!

 

Como era o municipal de base

Ypiranga, Vila, Associação, Social, Sociedade e CPU foram algumas das equipes que estiveram presentes nesses momentos mágicos do futebol de campo de Arcos. Diversos atletas trilharam o caminho do futebol profissional. Para citar apenas um nome, é bom lembrar de Leonardo ‘Goteira’. No Campeonato Arcoense de Futebol do ano passado, o Ypiranga conquistou a taça com atletas, em sua maioria, oriundos das categorias de base de Arcos. Foi uma aposta ypiranguista, que mostrou que realmente a base é a melhor receita para que um clube obtenha sucesso. Outro exemplo é o Vila, que é atualmente o bicampeão regional do sub-23 e tem jogadores que vieram das categorias de base. O Bela Vista também resolveu investir na garotada e, no ano passado, ficou entre os quatro melhores do futebol de campo de Arcos. Neste ano, o ‘tricolor arcoense’ está pronto para disputar o regional sub-23, com uma equipe altamente jovem e com muitos talentos.

 

Por que a categoria de base é tão importante no futebol?

Ninguém fica pronto de cara. Mesmo entre os melhores jogadores de futebol do mundo, sempre leva algum tempo para que eles atinjam o ápice da sua carreira. Durante o início da carreira como profissional, com um pouco mais de 20 anos, normalmente existe muita inconsistência, o que é comum da juventude.

O futebol é disputado no maior nível de competição possível e, para ter sucesso lá, não é preciso apenas ter talento, é necessário também trabalhar e treinar muito desde cedo, para conseguir chegar lá. Esse processo começa na categoria de base.

 

Resumo do Campeonato Municipal da Categoria de Base

Categoria Mirim

2011…………………… Associação

2012…………………… Associação

2013…………………… Associação

2014…………………… Ypiranga

2015…………………… Ypiranga

2016…………………… Ypiranga

2017…………………… Vila

 

Categoria Pré-infantil

2011…………………… Ypiranga

2012…………………… Ypiranga

2013…………………… Associação

2014…………………… Social

2015…………………… Ypiranga

2016…………………… Ypiranga

2017…………………… Associação

 

Categoria Infantil

2011…………………… CPU

2012…………………… Associação

2013…………………… Associação

2014…………………… Associação

2015…………………… Social

2016…………………… Ypiranga

2017………………………Vila

 

Colunas