A história da Copa Arcos

(Artigo publicado pelo Jornal CCO impresso em 11/07/2020) – Edição 2059

Marlon Santos

ALÔ, ARCOS! No ano de 2011 surgiu um torneio que demorou um pouco para emplacar, porém deixou um legado de conquista para os organizadores e também para os clubes. Até o surgimento da Copa Arcos, o futebol arcoense se resumia no tradicional Campeonato Municipal. Mas, a Copa Arcos chegou de forma tímida e aos poucos foi conquistando admiradores. O municipal não contava com a presença de todas as equipes, pois, havia a disputa da primeira e segunda divisão. Porém, a Copa Arcos conseguia reunir todos os clubes e em igualdade de condições perante o regulamento.

A primeira fase do torneio era disputada com os clubes divididos em chaves, os melhores colocados se classificavam para as demais fases e disputavam a classificação no famoso mata-mata, um sistema que sempre agradou o torcedor brasileiro e o desportista arcoense não poderia ser diferente. Em 2011, o Sociedade levantou a primeira taça da Copa Arcos, com um time altamente competitivo e com atletas que realmente se interessavam em erguer o troféu. O comando dentro e fora das quatro linhas ficou a cargo de Ademar Aureliano de Medeiros, o popular ‘Sorriso’, que com muita dedicação, ao lado de seus diretores, conseguiu tornar o Sociedade campeão. Depois tivemos outras edições da Copa Arcos e com um revezamento de campeões, sendo que apenas o Ypiranga conquistou duas taças. A Copa Arcos foi ao longo dos anos um grande charme do nosso futebol e deixou marcas positivas.

 

Último ano da Copa Arcos

Em 2018 tivemos a última edição da Copa Arcos, que teve como grande campeão o Vila Esporte Clube, de forma invicta. O Vila tinha uma equipe mesclada entre jogadores experientes e jovens promessas do nosso futebol amador e com esta receita conquistou a taça. Em 2019 o torneio não foi realizado devido à falta de patrocínio por parte da administração municipal, e devido a isto, o torneio foi perdendo força. Foi uma perda que deixou o futebol arcoense órfão e que infelizmente, foi desprezado pelo poder público em uma atitude que deixou os desportistas perplexos.

 

Campeões da Copa Arcos

2011……………………………….Sociedade
2012……………………………….Palmeiras
2013……………………………….Cazanga
2014……………………………….Ypiranga
2015……………………………….Boa Vista
2016……………………………….Associação
2017……………………………….Ypiranga
2018……………………………….Vila

 

Reflexão sobre o valor do esporte

O esporte requer a obediência a determinadas regras e o respeito a uma autoridade constituída. Na vida não é muito diferente. Por mais talentosos que sejamos, precisamos nos ater às regras do jogo e às autoridades que garantem o seu cumprimento. É um campo que deixa clara a contradição entre os objetivos perseguidos e a desonestidade na hora de tentar alcançá-los. Quem quer trapacear acaba nas sarjetas do mundo do esporte e, é claro, se sente sempre insatisfeito consigo mesmo. Se um time quer chegar longe, cada membro precisa conhecer seus limites, ajudar os outros e refrear o desejo de estrelismo. Poucas coisas ensinam isso de maneira tão vívida quanto o esporte.

Colunas