O papel do dentista na sociedade pós pandemia

Devido à pandemia prolongada, muitos pacientes deixaram de tratar seus dentes, o que acarreta diversas consequências para a saúde oral e física. Portanto, retomar as visitas periódicas ao dentista deve ser prioridade para quem busca uma vida saudável.

Apesar da insegurança de parte da população em continuar o tratamento dentário, devido ao vírus da Covid-19, ir ao dentista é seguro, desde que sejam seguidas todas as recomendações de segurança. Além disso, de acordo com relatórios do Ministério da Saúde, os profissionais da odontologia são os menos afetados pela Covid-19 (na faixa de 0,17%), dando um exemplo para área da saúde no quesito da biossegurança.

O aumento do estresse causa variados problemas bucais, como a liberação do hormônio cortisol, que diminui a produção de saliva, a capacidade de proteção contra infecções e queda na imunidade, principalmente em momentos de maiores tensões como os vivenciados em situação de pandemia.

A redução das consultas com os profissionais da odontologia ocasionou diversas consequências para o bem-estar dos pacientes, como:

– O aumento do bruxismo (ranger dos dentes que ocasiona o desgaste dos dentes e dores no ouvido ao mastigar)

– Ocorrência de cáries dobrou durante o período de pandemia. Não só em crianças e adolescentes que são mais predispostos a cáries, como também em adultos.

-Houve também o acréscimo nos índices de perdas dentárias.

– Lesão por herpes e fungos.

– Aumento de doenças periodontais, que em muitos pacientes estavam controladas pelo acompanhamento regular de um cirurgião dentista.

– E várias outras complicações orais.

Portanto, agora é hora de retomar os cuidados bucais e minimizar os prejuízos causados pela pandemia.

Dra. Valéria Teixeira Cunha Rodrigues
Cirurgiã-Dentista
CRO-MG 22.129
Rua Joaquim Murtinho, 226 – Centro Arcos
37-99928-5555

Site antigo